Seguidores

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Doce Limão

Foto: Elena Kalis - Alice in waterland

Sou doce como a cana (não gosto de mel), mas posso ser ácida e azeda como limão, depende da situação e do assunto.

Adoro limão, puro, com água e gelo. Ele é adstringente, limpa e, ao contrario do que diz o senso comum, não faz mal ao estômago por ser ácido.

Na adolescência fiz tratamento naturopático para acne com limão, remédios jamais, bebia com canudo o sumo do limão. Com canudo porque não é bom o contato com os dentes.

O limão pode ser ácido e azedinho, mas é uma jóia da natureza e maravilhoso para a saúde, a fruta curativa que impera, podendo ser usado em diversos tratamentos. Existem cerca de 70 variedades.

O limão é milagroso, reduz o colesterol, controla a ansiedade, o desânimo, tem propriedades antibacterianas, é antioxidante, adstringente e aumenta a capacidade imunológica. Combate o ácido úrico, descongestiona, desintoxica o organismo e é tonificante corporal. Bom para o pâncreas, um expurgador e um tonificante do fígado e da vesícula. Combate as fermentações e os gases.

É eliminador de toxinas e um tônico privilegiado. Emagrece. Trata laringites e gengivites, desinfetante nas rinites e sinusites.

Não é verdade que faz mal ao estômago, que acidifica o sangue, descalcifica e enfraquece o organismo.

É bom para asma, enfisema, infecções pulmonares, tuberculose pulmonar e óssea, bronquite crônica, constipações e gripes. Indicado em casos de afecções cardiovasculares, varizes, fragilidade e queda capilar, dermatites várias, prurido, eczema e despigmentação, hiperviscosidade sanguínea, ou seja, é fluidificante sanguíneo.

Trata doenças infecciosas, febres, gastrites, dispepsias, aerofagias, úlceras de estômago e do duodeno, esofagite de refluxo, insuficiência hepática e pancreática, icterícia e congestão hepática. Desinteria, diarréias, febre tifóide e hemorróidas.

Indicado para colites e parasitas intestinais. É fortalecedor da visão, glaucoma e hipertensão ocular.

Trata hemorragias, incluindo as nasais, otites, estomatites, glossites, aftas e sifílides bucais. Blefarites, terçóis e herpes, dermatoses (erupções, furúnculos, etc), feridas infectadas e picadas de insetos. Verrugas, seborréia facial, unhas quebradiças e pés sensíveis. Escorbuto e anemias. É bom na amamentação, obesidade e disfunções metabólicas. É regulador da pressão

Indicado para afecções do sistema nervoso, diabetes, escleroses, arteriosclerose, doenças reumáticas e artrites. Previne a leucemia, cancro, enfarte, tromboses e embolias.

Trata descalcificações e retenções urinárias. Usado na prevenção de epidemias, antitóxico, entivenenos. Bom no tratamento de conjuntivites, cefaléias, febre do feno, Sinusites e Anginas.

Contém vitamina B1, B2 e B3, provitamina A (caroteno), vitamina C. Possui vitamina PP, vitamina I. Contém grandes quantidades de sais minerais e oligoelementos como o cálcio, ferro, silício, fósforo, cobre, magnésio e iodo. Encontram-se apreciáveis percentagens de ácidos cítricos e málico, além de pequenas quantidades de ácido acético, fórmico e de citratos de potássio e de sódio.

É portador de glicose, frutose e sacarose. Contém gomas, mucilagem e algumas albuminas. Enfim, “o limão é uma farmácia”.

O limão é um bom exemplo de algo que pode ser aos olhos de quem não sabe enxergar uma fruta inferior devido a sua falta de doce, mas na verdade traz muito mais benefícios.

Sempre confiei mais na natureza que na medicina ortodoxa, tenho sangue de índio seguramente, sangue de gente que quer olhar os mistérios de natureza, que não tem vocação para a doença, sangue de gente que sabe falar com Deus.

Sei ser azeda como o limão, mas na maioria das vezes tenho muitas razões para fazer uma boa limonada.

Cintia Liana

Foto: Marilyn Monroe. Google Imagens.


*http://www.ahau.org/curalimao.0.html
Algumas informações foram retiradas do livro “O Poder de Cura do Limão” de Conceição Trucom.


Por Cintia Liana

Um comentário:

On The Rocks disse...

só vejo doçura em você.

bj